Super Cavaco a Presidente

2005/10/29

 
O que pensam os Portugueses

Gostaria de fazer algumas questões relacionadas com o vosso blog, devido a estar a preparar um artigo para o jornal Destak sobre os blogs afectos a candidatos presidenciais. Pedia-vos bastante brevidade nas respostas, se possível.

- Como é que surgiu a ideia de criar este blog de apoio à candidatura de Cavaco Silva? Criaram primeiro o Grupo de Apoio e depois o blog ou o inverso? Já se conheciam anteriormente?
R - Antes de mais, obrigado pelo e´mail. A ideia de criar o blog surgiu de uma hora para a outra.O grupo de pessoas que escreve já se conhecia de outras andanças, nomeadamente da imprensa escrita nalguns jornais de dimensão nacional e não só.Um de nós decidiu fazer o convite por e´mail e os colaboradores que aqui escrevem decidiram entrar no projecto.Em abono da verdade, outros houve que não aceitaram. A password e username foram enviadas para cada um e a partir daí cada um no seu ponto do país, escreve quando pode e o que lhe vai na alma.
- Quais os motivos fundamentais para a criação do blog?
R
- Apenas e só o apoio incondicional à candidatura do Professor Anibal Cavaco Silva.
- Quais as vossas ocupações? Algum dos intervenientes conhece pessoalmente Cavaco Silva?
R
- Alguns jornalistas, outros sociólogos. Nenhum de nós conhece pessoalmente o Professor, mas gostávamos nem que fosse de lhe dar um abraço no dia da vitória.
- Quais os objectivos que esperam atingir com a criação deste blog?
R
- O principal e único objectivo, contribuir para a vitória na primeira volta do Professor.
- Têm tido uma adesão de visitantes e participantes acima do esperado? Quem comenta são apenas apoiantes de Cavaco Silva?
R
- A adesão tem sido enorme. No primeiro dia 833 visitas, segundo dia 845 e por aí adiante. Provavelmente e actualmente, um dos blogs mais lidos no país sem vaidades de o escrever. Todos são apoiantes do Professor, caso contrário não teriam aceite escrever aqui.
- Acreditam que podem ter um papel importante no apoio ao professor Cavaco Silva?
R - Não podemos ter, já temos .
Obrigado. Os melhores cumprimentos
JT

Comments:
É absolutamente de ir ás lágrimas o ridículo da entrevista simulada.
Parece assim um diálogo de um filme do tempo do SNI de António Ferro:
-Então como passa VExa?
- Passo como posso que as portas são baixas
- Não. não, o que queria perguntar é como passou VExa?
- Homem, passo como posso!
E afirmam nem conhecer o professor mas querem-no Presidente, à primeira volta, que à segunda...!
E logo mentem descaradamente sobre os visitantes/apoiantes deste blog.
Sempre que aqui passo é para me divertir com os comments a desancar no prognatismo do prof.
Onde é que estava no 25 de Abril?
se os portugueses tivesseminternet e se dessem ao trabalho de vir aqui com regularidade, ele era eleito era para o farol do Bugio!
Convido-vos a passar por
http://homem-ao-mar.blogspot.com
saúde da rija!
 
-- Ó, avó, a avó já ouviu falar do Arquitecto Taveira?...
.
(Silêncio sepulcral. A Costureira de Boliquime fica branca)
.
-- ANÍBAL, ANÍBAL, POR AMOR DA SÃOZINHA, VEM-ME AQUI AJUDAR, QUE ESTE MIÚDO SÓ ESTÁ A DIZER DISPARATES POR ESTA BOCA FORA!...
.
(Chega o Grande Timoneiro, a mascar uma fatia de bolo de figo, e a espalhar sementes pela carpete)
.
-- Então, que se passa aqui?... Não vês que a avó está a subir as bainhas de umas calças?... Deixa-a trabalhar!... Tu queres que a tua avó vá para o desemprego?...
.
- Ó, vô, eu não fiz mal nenhum, eu só 'tava a perguntar à 'vó se sabia quem era o Sr. Arquitecto Taveira...
.
(Aníbal engasga-se e tosse. Com a mão esquerda, ajuda a mandíbula inferior a voltar ao encaixe)
.
-- ... filho, o Sr. Arquitecto Taveira foi um grande homem que trabalhou para o vovô, e que fez aquele centro comercial muito bonito, onde costumamos ir comer meio hamburguer... o Centro Comercial das Amoreiras... lembras-te?... E também fez aquela coisa muito bonita, muito estreitinha, na 24 de Julho, que parece uma grade de cervejas posta ao alto...
.
-- Ó, vô, mas eu acho que não é isso... É que lá no colégio estavam a fechar as salas e há o Sr. Ambrósio, que é coxo das pernas, e estava a olhar para uma nininha brasileira que trabalha lá nas limpezas, a Neuzona, e estava a dizer para ela, "anda, querida, eu vou só fechar aqui as salas, e depois vamos ali atrás, dar uma taveiradazita...
.
(Cai o pano)
 
Metadiálogos da Lareira (IV)

-- Ó, avô, o que é um funcionário público?...
.
-- Querido, um funcionário público é uma pessoa amiga do vovê e da vovó, e que trabalha num gabinete o dia todo, para criar uma economia de excelência.
.
-- Ó, vô, e todos os funcionários públicos são amigos do vovô e da vovó?...
.
-- Claro que não, meu amor, há umas pessoas horrorosas, que vivem numa economia medíocre, e que, mal chegam, ligam o o candeeiro da secretária, penduram o casaco, põem o rádio baixinho na Antena 2, e "estandem-se" bem. Depois, vão tomar o pequeno-almoço e ler as últimas no Martinho da Arcada, porque já sabem que até às 10 e um quarto ninguém as vai maçar. Depois, voltam à repartição, passam pelo gabinete do chefe, deitam umas bocas sobre o jogo da véspera, à noite, do clube deles. São todos os anos promovidos com com diuturnidades, sentam-se finalmente à secretária às 11 e um quarto e começam imediatamente a fazer chamadas, até ao meio-dia, em que acompanham a descida do chefe para o almoço na cantina.
.
-- Ó, vô, e depois...
.
-- Depois, querido, os amigos do vovô... não almoçam na cantina, amor, os amigos do vovô vão a um restaurante caro que fica na Avenida da Liberdade, pagam com o cartão de crédito do gabinete, e não fazem como os outros, que já têm de lá estar às duas e meia...
.
-- Então, fazem o quê?...
.
-- Filhote, os amigos do vovô trabalham todos para muitas empresas privadas. Vão ao Estado de manhã, e depois... é assim, eu explico: Os amigos do avô, muitas vezes já trabalharam tudo, de manhã, e não precisam de voltar lá à tarde... Assinam a saída da manhã, e a entrada da tarde, às vezes, é imitada por um gatafunho que outra colega do gabinete faz...
.
-- Ó, vô, o que é um gatafunfo?...
.
-- Um gatafunho é uma coisa assim (pega numa folha de papel, e rabisca "Aníbal Cacilva Vácuo").
.
-- Isso é que é um gatafunho?
.
-- Sim, foi com este gatafunho que o vovô fez, durante os 10 anos em que governou Portugal, com que Portugal se tornasse no país da linha da frente das economilas excelentes que hoje é. E quem diz o vovô, diz o vovô e os amigos dele, funcionários públicos.
.
-- E os que não são amigos do vovô?...
.
-- Ah, esses apresentam-se da parte da tarde, já com a meia hora de tolerância da praxe, para fingirem que vão trabalhar. Para esses, já são quase três horas e vão comer um lanchito e tomar outro café, com o ponto já assinado. Isto de poder comer com o ponto assinado é um descanso. O pior é que quando chegarem à secretária, depois das três e meia, vão ter de inventar qualquer coisa para trabalhar. Só que, entretanto, já vão ser mas é quatro e meia, e eles vão ter de distrair o chefe com mais umas bocas para se pirarem. E ninguém os vai ver mais, como vê nas montras iluminadas os escravos do Millenium-BCP, a trabalharem até às nove da noite, sem qualquer remuneração extraordinária, porque naquelas cabeças porcas já está mas é a tilintar o feriado e mais a ponte, e mais o atestado que vão lá colar, para poderem ir de férias, na boa, para um sítio onde ninguém os possa encontrar a passear de baixa.
.
-- Ó, vô, e que é que o avô vai fazer a esses homens maus?...
.
-- Quando eu for eleito, como espero, Primeir..., perdão, Presidente da República, eu e o Engenheiro Sócrates vamos pôr aqueles que não são meus amigos numa coisa que se chama Quadro de Excedentes, onde ficam a ganhar uma miséria, e muitos deles, como o vovô sempre esperou, irão então morrer à fome e de miséria, e vão deixar de criar peso nos orçamentos do Estado e da Segurança Social!... Ora, toma lá!...
.
-- Mas são só os amigos do vovô, ou também são os amigos do Engenheiro Sócrates...
.
-- Querido, os amigos do Engenheiro Sócrates não contam para nada: quando o vovô lá chegar, só vai passar a haver amigos do vovô.
.
(Cai o pano)
 
ESTEJA ATENTO: BREVEMENTE, NESTE ESPAÇO ON-LINE, SAIRÁ A PRIMEIRA GRANDE ENTREVISTA CONCEDIDA PELO GRANDE TIMONEIRO MESSIÂNICO A MARIA SOEZ AVILLÃO
 
Já não saio daqui! Um furo jornalístico desses, vai valer a pena!
Abraços Areebenta!
 
This is very interesting site... »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Counters
Free Counter on-line