Super Cavaco a Presidente

2005/11/15

 
Que GRANDE entrevista

Cavaco Silva entende que "ainda é cedo para julgar um Governo que tomou posse há seis ou sete meses". Em entrevista concedida ontem à TVI, o candidato - que não quis comentar temas como o Orçamento ou o mandato de Jorge Sampaio - assumiu que, se for eleito, quer que o Presidente da República (PR), o Governo, a Assembleia da República e os partidos "remem para o mesmo lado."Instado a explicar como irá processar-se essa "cooperação estratégica", Cavaco Silva deixou claro que quer "estar acima dos partidos políticos" e acabou por dizer que a ideia passa por ter todos os órgãos de soberania mobilizados em torno de "objectivos nacionais". E apontou como exemplo o Ensino e a competitividade das empresas. "O PR pode ter uma acção empenhada e activa", disse.Sobre os poderes presidenciais, repetiu que respeita os que a Constituição lhe poderá conferir "Não tenho intenção de pressionar, insistir ou sugerir alterações aos poderes presidenciais". Cavaco justificou-se nesta entrevista com o seu passado como primeiro-ministro (1985-1995) - "participei em 29 conselhos europeus"; "qual o Governo em Portugal que teve mais sucesso no diálogo social?" - e também com o que fez nos dez anos seguintes, mas reforçou sempre que se candidata em nome do futuro, citando Churchill. O candidato contrariou a tese de que esteve contra quase todos os governos que lhe sucederam, em particular os de Guterres e de Santana "Saí há dez anos do Governo, mas nunca prescindi da minha intervenção cívica". E disse não compreender a saída de Guterres após as autárquicas de 2001 - "também tive um cartão vermelho e não saí" - e que Sampaio "tinha razões muito fortes e extraordinárias, razões " para demitir Santana. Cavaco manifestou "surpresa pela atitude dos EUA" no Iraque e disse que o PR ser um ouvidor é "tarefa normal."
Uma vez mais se revelou um GRANDE SENHOR, contrariamente ao bota-abaixo das outras candidaturas.

Comments:
Very cool design! Useful information. Go on! »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Counters
Free Counter on-line