Super Cavaco a Presidente

2005/12/09

 
O que pensam os Portugueses
Debates Presidenciais

Retomam-se hoje, 8 de Dezembro, os debates entre os candidatos presidenciais tendo como referência o primeiro, entre Cavaco Silva e Manuel Alegre. Os candidatos anti-Cavaco depositam grande esperança na influência que os debates podem ter sobre os eleitores indecisos ou menos seguros, mas esquecem-se que o efeito pode ser inverso daquilo que desejam.

O primeiro debate foi dignificante para a classe politica e marca desde logo os próximos. Quem se afastar desta linha prejudicará a sua candidatura. O Povo Português não gostará de eleger para seu representante mais alto um politiqueiro, mas uma pessoa com classe. Afinal, trata-se de eleger um Presidente da República.

Mas há um factor que amplia a importância do comportamento dos candidatos. Num ambiente politico algo deprimido, a politiquice deprime ainda mais. O Povo quer eleger alguém que seja um factor de dignificação da politica, um pólo de união e uma voz de esperança efectiva. Quem demonstrar um comportamento demasiado agressivo e politiqueiro, dividir o Povo entre esquerda e direita, se apresentar como o profeta da desgraça ao ver mal em tudo o que se passa neste mundo (globalização, politica internacional, por exemplo) e não portador de soluções (embora o PR não governe pode ajudar a solucionar problemas através de uma postura pró-activa e construtiva), sairá negativamente afectado nas intenções de voto dos cidadãos.

No único debate até agora realizado a vantagem foi para Cavaco Silva de forma esmagadora. O estudo de opinião efectuado pela Eurosondagem para a SIC indica 27,3% consideraram que o vencedor foi Cavaco Silva e 15,7% indicaram Manuel Alegre, tendo 57% afirmado que não viram ou não sabiam responder. Face ao universo dos que emitiram uma opinião (43%), a preferência por Cavaco Silva representa 63.5%.

Quando Mário Soares anunciou a possibilidade de se candidatar, hipótese que havia considerado ser uma loucura, os apoiantes dos anti-Cavaco esfregaram as mãos de contentamento. Depois da desilusão das primeiras sondagens transferiram as suas esperanças para o desgaste logo após o anúncio da candidatura do Professor Cavaco Silva, o candidato pró-Portugal. Sujeito a um incessante bombardeamento pelos anti-Cavaco, o pró-Portugal aparece 45 dias depois com mais de 50% dos votos (que podem ser 58%, a explicar num próximo artigo), suficientes para ganhar na primeira volta. Agora, depositam toda a sua esperança numa reviravolta operada pelos debates. Acontece que o primeiro já lá vai e foi ganho pelo pró-Portugal. Faltam três, e atenção, mais seis debates, fraticidas e autofágicos, entre os anti-Cavaco.

Depois dos debates e posteriores sondagens, o combate entre os anti-Cavaco tornar-se-á um acto de desespero e o pró-Portugal continuará serenamente a falar com o Povo Portguês sobre Portugal.

Aziz Issá
azizissa@altalogica.pt

Comments:
El profesor Cavaco cuenta con muchas simpatias en España.
 
What a great site film editing schools
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Counters
Free Counter on-line