Super Cavaco a Presidente

2006/01/20

 
VAMOS CONSEGUIR
Portugueses, está a terminar a campanha eleitoral que nos conduz às eleições Presidenciais do próximo Domingo.Ao longo destes três últimos meses empenhei-me em ouvir os Portugueses. Homens e mulheres de todas as idades, de todas as regiões e de todas as condições sociais. Quis que ficassem ainda mais claros no meu espírito os verdadeiros problemas que nos preocupam como povo. Quis também sentir os sonhos e ambições dos Portugueses, a todos falei com muita sinceridade, procurei tornar clara a minha visão dos problemas e sobretudo transmitir a todos as minhas ambições para o nosso país. Consciente dos problemas quis ser uma voz de esperança nesta campanha. Acredito que há muitas razões para termos esperança, sei que todos os povos passam por momentos mais difíceis, mas eu acredito nas pessoas e por isso sei que os problemas que enfrentamos podem ser vencidos. A nossa História de nove séculos é prova disso, muitos dos nossos antepassados passaram também por momentos difíceis, souberam ultrapassa-los, foram capazes de os vencer. E é exactamente por isso que aqui estamos hoje como Estado Nação mais antigo da Europa.Procurei também deixar claro o meu absoluto respeito pela Constituição da República e pela separação de poderes nela consagrados. Afirmei com clareza um conjunto de princípios e ideias basilares em que acredito. Desde logo a ideia de Democracia, que para além de eleições e alternância é um código moral. A ideia de que o desenvolvimento só é económico para ser social. A certeza de que o Estado não é um feudo dos que ganham. O Estado tem de ser uma entidade ao serviço de todos, o agente activo na criação de condições de mais justiça social. Afirmei também, a minha crença no valor do diálogo, o diálogo que congrega vontades, mais vontades para construir um Portugal melhor. A minha certeza de que a transparência é hoje, mais do que nunca, um principio inerente ao exercício do poder democrático. No quadro destes princípios assumi o compromisso de colocar o meu saber e a minha experiência ao serviço de Portugal e dos Portugueses. Esta foi a minha campanha eleitoral. Em nenhum momento recorri ao ataque pessoal ou ao insulto a qualquer dos meus adversários políticos, pelo contrário, por todos demonstrei o maior respeito. No final desta campanha sei que há uma vaga de esperança que percorre o país. Temos todos que nos congratular com este facto, porque a esperança, a confiança em nós próprios, é a primeira condição do nosso sucesso colectivo. Fiquei convencido de que os portugueses conhecem hoje a importância desta eleição. E encontram nela uma oportunidade que não querem perder. Este é o resultado muito positivo desta campanha, que levei a cabo com sinceridade e empenhamento. No próximo Domingo é dia de votar, é dia de expressar pelo voto a nossa vontade em relação ao futuro e, se me é permitido, gostaria de apelar a todos para que não deixem de ir votar, não deixem de exercer aquilo que é um direito e um dever de cidadania. Se estas eleições têm tanta importância para o nosso futuro, não podemos deixar que uma parte decida por todos.A terminar esta campanha quero reafirmar a minha confiança no meu país e no seu povo, no povo a que me orgulho de pertencer. Tenho a certeza de que se quisermos, se quisermos todos, podemos fazer Portugal Maior. É este o meu sonho, é esta a minha ambição, uma ambição que não é de poder, uma ambição que é de servir para melhorar a vida dos portugueses. No final desta campanha fiquei a saber melhor, que é este o nosso sonho e a nossa ambição colectiva.
Vamos conseguir!
Aníbal Cavaco Silva

Comments:
best regards, nice info video editing schools
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Counters
Free Counter on-line